Bilinguismo: combustível para o cérebro

Através dos tempos, a linguagem tem sido nossa ferramenta para comunicar idéias, compartilhar informações e nos expressar. Está tão profundamente enraizado em nossas identidades culturais e sociais que hoje estima-se que existam mais de 5000 idiomas e dialetos falados em todo o mundo.

Em nosso mundo cada vez mais interconectado, conhecer mais de um idioma é altamente vantajoso, abrindo as portas para uma interação humana mais ampla. Para um negócio, a linguagem é um instrumento vital para alcançar novos mercados e expandir.

Mas você sabia que aprender uma segunda língua também alimenta nosso cérebro? De acordo com estudos , compreender e falar regularmente outra língua aumenta o desempenho do cérebro. Isso é particularmente aprimorado em pessoas bilíngues, que têm um desempenho melhor do que pessoas monolíngües em tarefas que envolvem priorização, multitarefa, memória e atenção.

Os pesquisadores acreditam que em uma pessoa bilíngüe, o cérebro tem que se separar continuamente e alternar entre as duas línguas, concentrando-se

um de cada vez. Esta função é, em essência, uma forma de treinamento cerebral, mantendo a mente “em forma”, bem como fazer Sudoku e palavras cruzadas.

Outros estudos demonstraram que as mentes ativas de indivíduos bilíngües podem ajudar a retardar o início da demência e a doença de Alzheimer em uma média de quatro anos.

Não aprendeu uma segunda língua quando criança? Não se preocupe, porque pesquisas científicas sugerem que você ainda pode aumentar seu poder cerebral aprendendo uma segunda língua quando adulto.

Se você quer aprender um novo idioma e treinar seu cérebro, confira esses aplicativos populares e sites on-line: